Vasinhos podem se transformar em varizes?

Uma das grandes inimigas feminina, as varizes, ainda são alvo de muitas dúvidas, e uma delas é se os vasinhos podem acabar se transformando em varizes. Se essa é sua dúvida também, continue lendo esse artigo.

Primeiramente, é preciso entender que as varizes são aquelas veias superficiais inchadas, deformadas e escuras que, geralmente, surgem nas pernas, causando sintomas como queimação, desconforto, dor, coceira e até feridas na região afetada, se você já sofre com o problema, o Creme Varizero pode ajudar bastante.

Embora qualquer veia do corpo possa se tornar varicosa, na maioria das vezes, as varizes aparecem nos membros inferiores. Então, os vasinhos escuros muito comuns nos pés e nas pernas podem progredir para um quadro de varizes?

Então, é preciso saber que cada caso é um caso, e nem sempre vasinhos progridem para varizes, até porque algumas pessoas podem desenvolver apenas esse vasinhos, jamais evoluindo para varizes, durante a vida inteira, enquanto outras podem, realmente, iniciar o quadro por meio de, quase imperceptíveis,  vasinhos e acabarem desenvolvendo varizes posteriormente.

Ou seja, a evolução, ou não, de vasinhos para varizes, vai depender muito de cada pessoa, de seus hábitos de vida e de sua genética.

Principais fatores de risco para desenvolver varizes

Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), embora a hereditariedade seja a principal causa das varizes, ela não é a única, pois outros fatores de risco também podem desencadear o problema, porém, eles podem ser evitados.

Dentre esses outros fatores de risco, podemos citar o tabagismo, sedentarismo e a obesidade, já que o sobrepeso e o enfraquecimento da musculatura, principalmente da panturrilha, provocam uma sobrecarga do sistema venoso, facilitando o surgimento de  problemas de circulação sanguínea.

Pelo fato das varizes serem mais comuns nos membros inferiores, devido à pressão dentro das veias superficiais das pernas quando ficamos em pé, parados ou sentados por um período prolongado, atividades em que a pessoa fique muitas horas em pé, ou tenha que usar constantemente sapato de salto muito alto, diminuindo a mobilidade da panturrilha, acabam prejudicando o retorno do sangue das pernas para o coração.

Como diferenciar os vasinhos das varizes?

De uma forma mais generalizada, os vasinhos, chamados telangiectasias, se localizam nas camadas da pele, e costumam ter cerca de um milímetro de diâmetro. Já, as varizes, se destacam mais visualmente, pois possuem um diâmetro maior que um milímetro, e estão localizadas embaixo da pele.

Na maioria das vezes, a própria pessoa consegue diferenciar um do outro, até mesmo, se guiando pelos sintomas que, no caso das varizes, envolvem queimação, desconforto e dor.

Enfim, tanto um quanto o outro, assim que percebidos, a indicação é procurar um especialista para receber o diagnóstico correto, até porque, nem toda dor na perna significa somente a presença de varizes, podem ser muitos outros problemas. Só um médico poderá avaliar e, então, indicar a melhor forma de tratamento.

8 frutas que deve evitar se quiser perder peso
Diferença entre rinite e sinusite